segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Nielsen Ubiratan Avaliador Mercadológico de Imoveis, Perito, Florianópolis, Palhoça, São Jose Santa Catarina



Perito Avaliador Judicial Mercadológico - CNAI 5000

Especialista em  Avaliação e Perícia de Imóveis direcionadas para o mercado imobiliário, atendendo todo Brasil. Sou Perito Avaliador cadastrado no CNAI - Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários do COFECI - Conselho Federal de Corretores de Imóveis.

Serviços:

Realizando Avaliações Empresariais, Particulares e Judiciais, voltadas para ações como Desapropriações, Indenizatórias, Demarcatórias, Perdas e Danos, Renovatória de Locação, Usucapião, Inventários, Vistorias, Lucros Cessantes entre outras. 
 realizar trabalhos na área de Avaliação de Imóveis e a atuar em Juízo como Perito Avaliador.




Quem é o AVALIADOR DE IMÓVEIS CREDENCIADO PELO COFECI
É o  profissionais altamente qualificados em Perícias Imobiliária, Judicial e Extra Judicial, este profissional é um Perito Avaliador Mercadológico,  habilitado a realizar Avaliações e Perícias de Imóveis pelo Artigo 3º da Lei 6.530/78 que regulamenta a Profissão de Corretores de Imoveis, ratificado pelo Recurso Especial 277 443 do STJ - Superior Tribunal de Justiça, dentro da conformidade da Resolução 1.066/2007 - COFECI - Conselho Federal de Corretores de Imóveis.
        O Perito Avaliador Mercadológico esta cadastrado no CNAI - Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários, as Avaliações serão realizadas dentro das especificações mercadológicas da Norma Brasileira de Avaliações da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas - NBR 14.653, devidamente identificadas com o Selo Certificador emitido pelo COFECI.



A Avaliação Imobiliária
A Avaliação Imobiliária permite aos corretores de imóveis determinarem o valor de mercado de um imóvel, atribuição que antes era exclusiva dos engenheiros e oficiais de justiça. A legitimidade foi atribuída pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis (COFECI), que dispôs na resolução 1.066/2007 a competência do corretor de imóveis para elaborar parecer técnico de avaliação imobiliária.
Porem o que não se sabe e que não se pratica, é que para um Corretor avaliar um imóvel ele deve fazer o Curso que o capacita para isso e deve estar devidamente inscrito no CNAI – CADASTRO NACIONAL DE AVALIADORES IMOBILIÁRIOS.

Principalmente em casos de avaliações Judiciais. Muitos juízes determinam que os oficiais de justiça realizem avaliações dos bens penhorados, como consta no CPC – Código de Processo Civil. Nesses casos, é comum o oficial de justiça procurar um perito corretor de imóveis, engenheiro ou arquiteto que conheça pessoalmente, ou que tenha costume de intimá-lo, para que o ajude, informando-o do valor do bem que tem o encargo de avaliar. O juiz, ao nomear o oficial de justiça para que realize avaliações em processos de execução, estará desonerando a ação com custas de honorários de perito.
Havendo a circunstância de o perito ser nomeado em processo de execução em que a parte autora deseja receber do devedor um valor pequeno, processo esse em que esteja penhorado um imóvel de valor alto, se o expert cobrar honorários proporcionais ao valor da avaliação, esses honorários serão, por conseguinte, também altos em relação ao pequeno valor que o autor pretende receber. Assim, é de se esperar que esse fato leve o advogado do autor a insurgir-se contra os honorários do perito, que resultam altos em relação ao valor que seu cliente receberia. A impugnação dos honorários que o advogado promove em hipótese dessa natureza, desestimula os juízes a nomearem peritos corretores de imóveis e de outras profissões em processos de execução.
As avaliações de imóveis podem dependendo de o imóvel levar poucas horas de trabalho, mas em contra partida, pode se tornar trabalhoso dependendo da extensão e complexidade do imóvel a se avaliado. O perito-avaliador, possuindo já o seu banco de dados – onde está a pesquisa dos imóveis, da qual extrairá, através de estatística, o valor médio do bem – poderão cobrar honorários menos altos nas execuções.
Os grandes volumes das avaliações de imóveis penhorados nas execuções darão ao perito corretor de imóveis e de outras profissões um excelente mercado. Por outro lado, o trabalho do juiz estará aprumado, pois estará nomeando um profissional habilitado para tanto.
Por: Cristiane Rampazzo
Artigo enviado ao Blog Marketing e Publicidade Imobiliária


Sua Segurança